Afora a TropicanAlice Metáforas a Parte Sou de Campos


03/08/2006


Escrito por artur gomes às 09h37
[ ] [ envie esta mensagem ]

ESTRELAMAR

Amo
o canto de sua boca pássaro
se elevando num sorriso
que não passa em mim.

Eu te amo simples
e amo
poder dizer que te amo assim.

Paixão, mares, dores, amares
tudo o que foi e que será
não me importa muito.

Com você
sou todo agora
e de todo pouco
me vejo muito.

Com você
sou mais
hoje.

Fabio Rocha

Escrito por artur gomes às 09h36
[ ] [ envie esta mensagem ]

01/08/2006


lili - minha gata no cio

Escrito por artur gomes às 12h21
[ ] [ envie esta mensagem ]

cores: luz

 

percebo flores pelo chão

por onde passo

seja leblon arpoador ou ipanema

senegal nova nigéria

quintal da minha casa

makondo cacomonga de onde vim

pomar de frutas lagoa mar

bebo nas águas onde rio

seja qual for a estação

é sempre luz em santa clara

como este nome

afro tupi em minha língua

copacabana araribóia

baía de guanabara

 

artur gomes

http://fulinaimicamente.zip.net

http://arturgomes.zip.net

 

 


Escrito por artur gomes às 12h20
[ ] [ envie esta mensagem ]

31/07/2006


Escrito por artur gomes às 09h49
[ ] [ envie esta mensagem ]

30/07/2006


Este amor em meadas e triciclos
que nunca se divide, confluindo
e torna noite, este sapato findo
e o firmamento, silencioso ciclo.

Este amor em meadas, infinito.
Em meadas de orvalho, desavindo,
em meadas e quedas, rugas, trincos
e rusgas, trinos, pios e sóis contritos.

Este amor me retece e configura.
Tem pressa de crescer, fogo calado.
Apenas queima, quando não se apura.

Parece interminável, quando tomba.
E só se apura, quando despertado.
Dissolvido me solve em clara onda.

Carlos Nejar

Escrito por artur gomes às 12h56
[ ] [ envie esta mensagem ]
Busca na Web: